Geofence, ou a configuração de uma cerca virtual geográfica, é uma importante estratégia de segurança, que aciona ações quando um dispositivo entra ou sai de um local definido. A funcionalidade já é usada em diferentes tipos de aplicações, como monitoramento dos funcionários em campo, automatização dos cartões de horários e bloqueio software com informações confidenciais fora do perímetro da empresa.

Se antes era necessária a conjunção de diferentes ferramentas de segurança para possibilitar a ativação bem-sucedida de uma Geofence, atualmente a parametrização de uma ferramenta de Gestão de Mobilidade Corporativa (ou Mobile Device Management – MDM) possibilita os mais diversos usos para operações de empresas de todos os setores da economia.

Conheça mais sobre como uma solução de MDM com Geofence ser útil para seu negócio:

O que é Geofence?

O Geofence é um limite geográfico virtual, imagine uma cerca, definido pela tecnologia GPS, rede de wi-fi ou RFID (Identificação por radiofrequência), que permite que os líderes de TI e gestores restrinjam o uso de dispositivos corporativos a determinadas regiões, como escritórios ou casa do colaborador, em caso de home office.

Entenda melhor: A tecnologia permite que gestores de empresas melhorem o desempenho de suas equipes, determinando um perímetro geográfico virtual que possibilita automatizar ações específicas determinada pela localização do colaborador.

Como funciona o Geofence?

Geofence é uma ótima maneira de rastrear a localização física de seus dispositivos em campo e controlar o que eles podem ou não fazer com base em onde estão. Quando o dispositivo está fora da “cerca delimitada”, por exemplo, o Geofence o bloqueia para que nenhuma informação corporativa ou confidencial de negócio fique exposta, mantendo-as protegidas e inacessíveis. Até no agronegócio: chips de conectividade em animais avisam caso algum deles saia da área delimitada.

E é importante entender que as cercas geográficas podem ser definidas em qualquer formato e tamanho, dependendo da necessidade de negócio ou do colaborador. Isso irá garantir que os dados confidenciais da empresa permaneçam dentro das “paredes virtuais”.

Além do rastreamento da localização dos dispositivos, há ainda mais maneiras que a tecnologia de geofencing ajuda sua empresa e aumenta a produtividade de seus colaboradores. Veja alguns casos de uso:

Definir ações específicas e automáticas quando os dispositivos entram ou saem da cerca geográfica

Em casos escolas ou instituições de ensino, por exemplo, o coordenador pode criar uma cerca geográfica em torno do local e definir uma regra que notifique um administrador se dispositivos como notebook ou tablets deixarem a cerca geográfica.

Controle de frotas

O gestor pode estabelecer uma cerca geográfica que se aplica a uma rota de envio específica. Caso um motorista de caminhão se desviar de sua rota, o MDM notificará o condutor e o gestor. Garantindo assim, que o melhor percurso seja feito, utilizando o tempo de forma mais adequada.